• Yubertson Miranda

A Justiça deveria se chamar O Julgamento


A palavra Julgamento envolve, obviamente, o ato de julgar. Julgamos o ato de alguém. Todo mundo atualmente está julgando o atirador do Realengo. Outros estão julgando o Bolsonaro. Enfim, cada um de nós dificilmente passa um dia sem julgar alguém.

Há um Arcano chamado O Julgamento. Ou seja, há nele a palavra JULGAMENTO. Porém, creio que o Arcano que melhor descreve essa situação – a de JULGAR – é A Justiça. O Arcano 8 do Tarot, quando sai em nosso jogo, está indicando um olhar muito racional, frio e até mesmo exigente. É o olhar julgador.

Ontem, segunda-feira, dia 11/04/11, eu saí com A Justiça como Arcano do Dia. Essa Carta veio acompanhada do Arcano Menor Pajem de Ouros. Eu estava incomodado com o fato de estar sendo injusto (Justiça) com alguns alunos e alunas do Curso de Tarot via internet que ministro. Porque eu estava cobrando de certos alunos o pagamento da mensalidade. Porém, muitos destes alunos já tinham me pagado. Porém, pelo fato de não terem me comunicado o depósito da mensalidade, eu os cobrava.

Então, resolvi escrever um e-mail e passar uma mensagem (Pajem de Ouros) para todos. Eu lhes pedi para me comunicar o dia em que fizeram o depósito da mensalidade. Porque por mais que combino com cada um(a) um dia específico do mês para esse pagamento, alguns pagam no mesmo dia. E se não me comunicarem, me informarem que pagaram, eu posso injustamente cobrar deles o depósito da mensalidade. Porque não sabia que era este respectivo aluno que tinha me pagado.

Ajustei (Justiça) essa questão prática (ouros) através desse e-mail (Pajem).

Houve também um outro episódio ontem que marcou essa questão do JULGAR que envolve A Justiça. Eu, em Agosto do ano passado, não fiquei satisfeito com uma gravação em vídeo que fiz. Eu me cobrei pra caramba; eu me massacrei criticamente por não ter sido perfeito como gostaria. Fiz um autojulgamento bem cortante, bem Justiça mesmo. E me determinara, desde então, a comprar uma filmadora e me filmar bastante. Queria treinar e aprimorar minha comunicação diante da câmera.

Porém, não fiz isso até ontem. Resolvi, ao acordar pelo Domingo, que iria iniciar essa prática, esse treinamento, essas gravações em vídeo. E que iria fazer isso na minha câmera fotográfica mesmo. Usar a função filmadora dela, mesmo não sendo de uma qualidade primorosa. Apenas para treinar e NÃO ME COBRAR TANTO. Quis simplesmente encarar com mais leveza esse processo e não tão criticamente como fiz em Agosto do ano passado. 

A Justiça tem muito a ver com as consequências de nossas ações. Ou seja, o que plantamos é o que colhemos. Plantei essa semente de que queria gravar vídeos. Isso ocorreu em Agosto. E ontem ela se materializou, se realizou. Gravei um vídeo. Cheio de imperfeições e falta de qualidade. Mas o mais importante: não me julguei de forma tão massacrante como fiz em Agosto. Fui com leveza. E ADOREI!! Foi o primeiro de vários. 

Aqui está o vídeo. “Julgue” por você mesmo! :-))) 

Beijãozão nocês…

Yub

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

© 2023 por Coisas Encantadoras. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Black Facebook Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Instagram Icon