• Yubertson Miranda

BBB10 Elenita – a primeira emparedada!


O número 7 simboliza maior seletividade. E uma vontade de ficar mais na sua. Não é uma época muito propícia para a considerável exposição que envolve a participação num programa como o Big Brother Brasil. Daí a possibilidade da pessoa ser incompreendida. Afinal, ela acaba se isolando de todo o auê. Além de preferir escolher a dedo quem ela quer ao seu lado para um convívio mais íntimo.



Se essa escolha ainda não é lá muito bem feita, o risco de sentir-se traída é grande. Parece ser o que o ocorreu com Elenita (que está no Ano Pessoal 7) quando decidiu abrir seu coração para Dicesar e esperar uma entrega no mesmo nível da dela. Tanto é que a Sister cobrou do Brother essa entrega, quando perguntou por que ele, no intervalo do programa, mudou de lugar e saiu do lado dela. E ao exigir dele uma decisão/posição convicta, clara e transparente se escolheria ela ou Joseane para receber seu voto.



Até que ponto a gente não atrai pessoas que vão justamente enaltecer um lado de nossa personalidade, uma expectativa inata e a necessidade de viver um determinado aprendizado? Digo isso porque Elenita pode justamente procurar numa experiência de grupo (Casa 11) a relação de entrega (Peixes) com um homem (Sol) que acabará sendo frustrante (Saturno) pela rejeição (Saturno) que obterá dele ao se expressar e participar de algum jogo (Casa 5). Ela tem Sol em Peixes na Casa 11 em oposição com Saturno em Virgem na Casa 5.



Tenho observado o quanto a experiência no Big Brother torna visível a dinâmica da Casa 11 de cada integrante. Por quê? Porque essa Casa representa aquela área de nossa vida marcada por experiências de grupo. Como estabelecemos amizades e vivemos em grupo é o que enxergamos na Casa 11 do Mapa Natal.



E Elenita possui Marte, Sol, Nodo Sul e Mercúrio em Peixes na Casa 11. A Casa Astrológica onde temos Marte retrata a área da vida em que temos mais probabilidade de sermos agressivos ou receber agressividade. Temos mais impaciência, nos irritamos com mais facilidade – e também recebemos mais impaciência e irritação por parte das pessoas – nos assuntos, situações e questões associadas a tal Casa.



A professora universitária brasiliense tem justamente Marte na área dos grupos, das amizades, do convívio social: a Casa 11. Como se não bastasse, ela tem um jeito franco, aguerrido e impaciente com hipocrisias de seu Ascendente e de sua Lua em Áries (e de seu Número 1 na Motivação, na Expressão e numa Lição Existencial).



Bial até falou carinhosamente com ela o quanto percebe a dificuldade da sister em não dizer francamente o que pensa. Ela não consegue relevar, só para agradar as pessoas. Às vezes parece até querer ser diferente, mas é um lado muito forte (e preponderante) de sua natureza. Portanto, quando vê, já reagiu de forma espontaneamente franca – doa a quem doer. (Áries e Número 1 em destaque)



É algo que considero bacana demais. Porém, infelizmente, num jogo de convivência no qual demanda-se estratégia, diplomacia e engolir vários sapos, Elenita sai perdendo justamente por ter enormes dificuldades de agir desse jeito. E ainda encontra-se num momento tão reservado, seletivo e introspectivo (Ano Pessoal 7)… Fica difícil vislumbrar um futuro mais auspicioso para a Sister no programa… Dificilmente irá longe. Ou seja, como já está no primeiro paredão desta edição, são grandes as probabilidades de sair. Veremos se ela terá sorte de ganhar de Joseane e de Cláudia e, quem sabe assim, não dar adeus de modo tão precoce.



Beijãozão nocês…

Yub

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo