• Yubertson Miranda

Co-Criação e Trânsitos na Casa 12: a gestação no inconsciente!


Este Trânsito que estou vivendo de Júpiter e Urano em minha Casa 12 tá bem bacana. Comecei algumas novas experiências (com umas técnicas diferentes das que vinha usando) em termos psíquicos. E vou compartilhar agora algumas reflexões.

Tenho o hábito de meditar pela manhã e antes de dormir. Nas meditações noturnas ou simplesmente antes de dormir, eu estou dando umas sugestões/afirmações para o meu cérebro. Estou vendo o cérebro, atualmente, como um rádio de captação das mensagens do inconsciente e um instrumento de retenção consciente de tais mensagens.

Como estou desenvolvendo  um novo produto de Numerologia para o Personare (não posso dizer qual), as dúvidas de como abordar certas posições do Mapa Numerológico estão sendo sanadas através desse processo de comando cerebral. À noite, antes de dormir, coloco a pergunta para meu cérebro e digo para acordar com a resposta. Ocorreu isso no Sábado, no Domingo e ontem (manhã de segunda-feira).

Marco Tulio, na sexta-feira passada, havia me falado da importância de estar conscientemente num estado alfa (basicamente numa frequência cerebral mais baixa que a normal/dia-a-dia). Neste nível mental, o cérebro tem mais condições de receber as nossas sugestões (auto-hipnose). O objetivo de meditar antes de dormir é criar um estado mental propício para jogar ali no cérebro a sementinha do que almejo obter como resposta ao acordar. E isso ocorreu nesses dias.

O foda rsrs foi no sábado eu acordar bem cedo por conta da ideia que tive logo ao abrir os olhos pela manhã. Porque fiquei empolgado em logo escrever no roteiro do novo produto de Numerologia o modo como desenvolveria uma parte desse conteúdo numerológico para o Personare. Foi nessa mesma manhã que acabei produzindo o texto sobre o Mapa do dia 07 de Agosto de 2010.

E pensando nessa dinâmica consciente-inconsciente via programação mental, me lembrei do MAGNÍFICO Capítulo Três do livro do Nuno Cobra que li há alguns anos: A SEMENTE DA VITÓRIA.

Nuno Cobra começa esse Capítulo com a seguinte frase: “O cérebro é burro!!!” E continua: “É uma conclusão a que cheguei, por perceber que podemos manobrar o nosso cérebro como quisermos. Simplesmente por descobrir que ele é vulnerável a todo tipo de interferências (…)”

Só que Nuno Cobra aborda o cérebro de uma forma mais profunda. Nas palavras dele:

“O cérebro é capaz de tudo. Mas é apenas um fabuloso processador de dados. Ele só tem contato com o mundo exterior por meio dos órgãos dos sentidos, nos quais colhemos as sensações que serão sempre moduladas pelas emoções; afinal, ele vive totalmente à mercê das emoções. 

(…)

“Quem programa o cérebro são os órgãos do sentido. (…) Os órgãos dos sentidos também estão submetidos às emoções, que controlam todas as informações obtidas.”

Hummm… Então, o fato de entrar no estado alfa pode representar a importância de ter as emoções em equilíbrio para o cérebro ser melhor utilizado. Afinal, no estado alfa, a tranquilidade e a serenidade (equilíbrio emocional) estão atuantes. 

Mais um Hummm… Então, quando vários instrutores dizem para a gente mentalizar situações em que usamos os cinco sentidos (como sentir o cheiro da floresta, tocar na água da cachoeira, olhar a paisagem maravilhosa do local onde estamos nos imaginando estar), o objetivo também é este explicado pelo Nuno Cobra: “quem programa o cérebro são os órgãos do sentido.” Bacana!!! 

Agora, astrologicamente falando, percebi uns detalhes práticos sobre os significados da Casa 12 (e também do Ascendente)!!

Sempre li nos livros do Jung que nossa vivência onírica, ou seja, o conteúdo presente em nossos SONHOS simboliza algum aspecto de nossa personalidade que está sendo gestado no inconsciente e que já está pronto para ser conscientizado e vivido no dia-a-dia. 

E estou fazendo o link dessa situação com a Casa 12 e o Ascendente. O início (cúspide) da Casa 1 é chamado de ASCENDENTE. E simboliza o NASCIMENTO. Tanto é que pessoas com Saturno (símbolo da demora e do bloqueio) quase cravado no Ascendente costumam demorar (Saturno) de nascer (Ascendente). A mãe costuma ficar em trabalho de parto um tempão. Ou, então, tal criança com Saturno no Ascendente precisar de fórceps para superar o bloqueio de nascer e conseguir sair do ventre materno. 

E a Casa 12 tem a função de gestar aquilo que nascerá na Casa 1. Do mesmo modo que nossos sonhos gestam o conteúdo que está propício de nascer em nossa consciência. 

Por isso, quando um Planeta está transitando na Casa 12, o período que ele ali se encontra é tremendamente importante, no sentido de gestar (nos preparar) a expressão mais clara, evidente e notória de seus significados quando ele iniciar seu trânsito pela Casa 1. 

Tenho notado essa dinâmica em minha vida com o Trânsito de Urano e Júpiter pela minha Casa 12. Está sendo gestado (Casa 12) uma quantidade significativa de conteúdo a ser transmitido, ensinado e professado (Júpiter) de uma maneira original, humanitária e até com um certo tom revolucionário (Urano) em meus projetos pessoais (Casa 1) futuros (ao final de tais gestações jupiterianas e uranianas).

Noto isso na vida de muitas mulheres (amigas e clientes) que fizeram lipoaspiração ou plástica, por exemplo. Estas que conheço passaram por um período de significativa preparação para fazer essas intervenções cirúrgicas enquanto havia Planeta(s) em sua Casa 12. Logo quando o Trânsito desse(s) Planeta(s) apontava(m) no Ascendente (iniciando o trânsito pela Casa 1 do Mapa Natal de cada uma), elas se submetiam à cirurgia plástica ou à lipoaspiração. 

Beijãozão nocês…

Yub

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo