• Yubertson Miranda

Consciência X Energia: Reflexões sobre o Equilíbrio Interno

Gosto sempre de reler trechos grifados de determinados livros quando vou andar/correr na esteira. Quando caminho, diminuindo o ritmo, eu dou uma olhada nessas frases e parágrafos.

Ontem, resolvi pegar o livro do Deepak Chopra: As Sete Leis Espirituais do Sucesso. E me deparei com este trecho:

“Nós, devido ao condicionamento, temos respostas repetitivas e previsíveis aos estímulos do ambiente. Nossas reações parecem ser disparadas automaticamente por pessoas e circunstâncias. No entanto, esquecemos um fato: essas reações são, também, escolhas que fazemos a todo momento. Simplesmente estamos escolhendo inconscientemente.

Se você parar um pouco e começar a observar suas escolhas no momento em que elas ocorrem, mudará esse aspecto de inconsciência. O simples ato de observá-las transfere todo o processo do terreno do inconsciente para o terreno do consciente. Esse procedimento – escolher e observar conscientemente – é muito enriquecedor. “

Caramba.. já li esse trecho um monte de vezes, e ontem ele pareceu ter sido lido pela primeira vez… rsrs Eu gosto de fazer releituras… Vai ver é meu Saturno Retrógrado em Gêmeos na Casa 3… Precisa refletir algumas vezes para realmente entender algo de forma bem sólida e prática.

No sábado, numa prosa com amigos, ficamos proseando a respeito dos efeitos terapêuticos a partir do uso de certas ferramentas: autohipnose, trabalho com cristais e energias sutis, EMF, Reiki, etc.

E soltei a minha dúvida sobre até que ponto um trabalho “energético” tem seu efeito… porque eu considero muito importante o uso da terapia (psicologia), uma vez que através dessa conscientização de processos inconscientes é que a cura/equilíbrio interior tem mais efeito. Isso pra mim. Não é verdade absoluta. E ao ouvirem o podcast que gravamos dessa prosa, vocês entenderão melhor os detalhes desse tema – e poderão comentar no blog que estamos criando.

Então, no caso do Reiki, por exemplo, há um efeito sim. Eu o aplico em mim todo dia, na meditação. As técnicas de autohipnose às quais me submeto após no fim da meditação também geram seu efeito. Só que, até que ponto elas são suficientemente eficazes na cura e na superação de alguns hábitos e condicionamentos? Ainda mais que, geralmente, o trabalho de conscientização não vem junto com a aplicação de técnicas. Há mais um efeito interno, psíquico. Porém, sem uma devida conscientização dos nossos limites, medos e potenciais de superar tais problemas.

Vejo a conscientização como um fator de profunda compreensão (não um mero entendimento intelectual) a respeito de um enrosco emocional, psicológico, mental, físico, etc. Considero que a cura/equilíbrio interno está bem mais associado a tal conscientização; e nem tanto ao trabalho com terapias alternativas. 

Eu tendo a ver que essas técnicas de cura, na verdade, são EXCELENTES para nos propiciar um estado de espírito mais sereno, relaxado e confiante (fé). E esse efeito é como se fosse o pré-requisito que facilita a conscientização/compreensão, a partir da qual a cura definitivamente marcará uma presença efetiva. 

Beijãozão nocês…

Yub

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo